Ao ser entrevistado, descubra como a empresa contratante vê a TI

Ao ser entrevistado, descubra como a empresa contratante vê a TI

Data: 22 de abril de 2010

Autor: Toni Bowers

“Eu dei ênfase em muitas vezes que uma entrevista não é só um exercício em que se está convencendo um empregador potencial que você é a melhor pessoa para o trabalho.

Também é um veículo pelo qual um candidato de trabalho pode descobrir se uma empresa serve para ele.

Isto é importante por inúmeras razões, incluindo para determinar se existe um bom ambiente psicológico, se existe espaço para crescimento, que a posição utilizará as habilidades em você é melhor, etc. Mas é particularmente importante para aqueles que  no campo de tecnologia de informações sabem “no que eles estão se metendo”. Aqui está o porquê:

Saber como uma companhia vê seu departamento de TI é um elemento crucial na tomada de decisão para aceitar um trabalho. Algumas companhias vêem o pessoal de TI como se eles quisessem a gerência da propriedade do prédio – então mantém o foco naquilo que eles são bons, ficando a TI em posição secundária. Outras companhias, particularmente as que compreendem a conexão entre a TI e a diretoria, irão valorizar a contribuição do departamento de TI e irão tratá-los como parceiros.

Se você está sendo entrevistado por uma pessoa de TI, você às vezes pode obter  a informação de como as coisas acontecem internamente. Você não estaria ofendendo a pessoa perguntando como a empresa vê as iniciativas da TI.

Se sua entrevista inicial estiver com alguém do RH, você pode muito bem não fazer esta pergunta porque aquela pessoa não terá provavelmente nenhuma idéia. Mas se, na segunda entrevista, você conhece o gerente da contratação, você deveria perguntar algumas questões focadas sobre o papel da TI. Pergunte o óbvio que as pessoas gostam:

* “Qual o SO a companhia usa?” Não é economicamente possível para todas as companhias ficarem à vanguarda de migrações de SO, mas se você obtiver uma resposta ao longo da conversa como: “Nós estamos aderindo ao NT, porque se ele não dá problemas, por que consertá-lo, você sabe?” você tem o direito de ficar razoavelmente alarmado.

* “Que dispositivos móveis suportam sua companhia?” Se o CEO refere-se a um iPhone como a um “dispositivo moderno”, então isso poderia ser uma bandeira vermelha.

* “Como sua companhia integra sua (Business Inteligence) inteligência empresarial?” Novamente, se através de “inteligência empresarial” o CEO pensa que você está falando sobre o Fred, o contador da companhia, você poderia querer fugir do local.

Eu estou sendo até certo ponto irônica, mas você pegou a idéia. Há modos não invasivos de descobrir como uma companhia vê a tecnologia de informação.

Claro que você pode, propositadamente, escolher se juntar a uma companhia que é pequena em relação a sua tecnologia. Poderia ser um modo bom para você se tornar um líder para a companhia em um campo muito importante. Você também será mais provavelmente o faz-tudo para todos os assuntos técnicos. Pode ser bom e ruim se os outros empregados pensarem em você como o faz-tudo em TI. Você torna-se conhecido por um certo conjunto de habilidades que podem elevar seu perfil e podem o fazer indispensável aos olhos deles.

Claro que, também significa que você será a quem todo o mundo irá se voltar ao considerar qualquer problema de coisa remotamente mecânica ou técnica. Em outra palavra, pessoas estarão lhe perguntando pelo telefone celular delas e seus aparelhos de gravação de vídeo digital (TiVo).

De qualquer modo, a entrevista é um modo bom para discernir a atmosfera de uma companhia antes de assumir um compromisso”.

Toni Bowers é a Gerente de Editores de Blogs da TechRepublic. Ela esteve na indústria de publicação durante 20 anos, com concentração em tópicos relacionados a TI. Ela editou boletins informativos, livros, web sites pertinentes a software, questões de carreira de TI e de assuntos de administração de TI.

http://blogs.techrepublic.com.com/career/?p=1962&tag=nl.e101

24/04/2010

Traduzido e adaptado por Ademar Felipe Fey em 27/04/2010

Sobre ademarfey

Professor de TI aposentado. Escritor na área de Redes de Computadores e Telecomunicações. Também pesquisa a Imigração Alemã no Brasil desde 2017.
Esse post foi publicado em Carreira. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s