Mas, afinal, o que é o modelo OSI?

Confira nossos E-books e Cursos on-line completos!

capa Introdução às redes de Computadores 3a edição 2015 blog_150705FRC 700 questoes_blogcurso-fund-redes-lv-blog

Mas, afinal, o que é o modelo OSI?

Ademar Felipe Fey – 24/12/2010

1-    Introdução:

Ao longo dos 10 anos dedicado ao ensino dos fundamentos de redes de computadores para um público variado (técnicos em telecomunicação, técnico de redes, tecnólogo em redes de computadores, tecnólogo em gestão de ti e tecnólogo em análise e desenvolvimento de sistemas) temos incentivado o estudo do modelo OSI (e também do modelo TCP/IP) argumentando que o modelo OSI é base de conceitos necessária para o profissional da área de TI.

Imaginem uma construção (sua moradia, por exemplo) sem um alicerce sólido e bem projetado. Com o andar da obra, ou uma expansão futura, sua construção poderá ruir.

Da mesma, o conhecimento em redes de computadores dificilmente estará completo se o profissional não “dominar” os conceitos do modelo OSI (e, por extensão do TCP/IP). Qualquer certificação da área vai exigir esse conhecimento, seja ela, da Cisco, Microsoft, HP, etc.

Mas os mais afoitos poderiam perguntar, mas que raios é esse OSI?

Vamos tentar explicar na sessão seguinte.

2-    Desenvolvimento teórico:

Podemos comparar o modelo OSI a um edifício comercial de 7 andares, onde cada andar desempenha funções específicas e oferece serviços específicos para o público em geral.

O modelo OSI foi projetado em 7 camadas (também chamados de níveis), onde cada camada tem sua função bem definida, para que a comunicação entre dois computadores possa ocorrer com sucesso.

Cada camada do modelo OSI presta serviço para a camada superior, ou seja, o modelo OSI foi concebido para funcionar de uma forma hierárquica: as camadas superiores solicitam serviços para as camadas inferiores, e as camadas inferiores prestam serviços para as camadas superiores.

Cada camada do modelo OSI só pode trocar dados ou comunicação com suas camadas vizinhas, superior ou inferior. Uma determinada camada não pode pular (by-pass) camadas para se comunicar com outra, que não seja sua camada vizinha.

Mas para que finalidade o modelo OSI foi criado?

Vamos aos fatos históricos. Na década de 1970 estavam surgindo as primeiras redes de computadores. Naquela época cada fabricante de computadores tinha seu próprio padrão de hardware e de software. Como exemplos dessas empresas podemos citar a IBM, DEC, BULL, BURROUGHS, ente outros. Os sistemas operacionais eram proprietários, portanto. E os softwares para comunicação entre os computadores das redes que estavam surgindo também o eram.

Nesse momento a comunidade internacional clamou por um padrão para a comunicação de dados entre os computadores dos vários fabricantes (tendo em vista o alto investimento na compra de computadores e a necessidade crescente de comunicação entre eles). A ISO (International Standard Organization) foi então solicitada a criar esse novo padrão chamado de Open Systems Interconnection (OSI). Posteriormente o ITU-T (International Telecommunication Union – Telecommunication Standardization Sector), organismo internacional para padronização em telefonia e telecomunicação assumiu o modelo OSI.

O modelo OSI, também chamado de Modelo de Referência de Protocolos de Interconexão, estava então criado.

Exemplos de sua aplicação podem ser vistos na rede de pacotes X.25, no serviço de e-mail X.400 e no serviço de diretório X.500.

O modelo OSI foi então concebido para operar em 7 camadas, as quais indicamos abaixo, com suas principais funções:

Camada 7 – APLICAÇÂO
Camada 6 – APRESENTAÇÃO
Camada 5 – SESSÃO
Camada 4 – TRANSPORTE
Camada 3 – REDE
Camada 2 – ENLACE
Camada 1 – FÍSICA

O modelo OSI foi projetado em 7 camadas por um bom motivo bem simples: é mais fácil resolver o complicado problema de transferir informações de um computador para outro, dividindo as tarefas em partes, ou seja, cada camada tem por função resolver uma ou mais funções dessas tarefas de comunicação entre computadores.

Vamos explicar resumidamente a função de cada camada:

A camada 7 – Aplicação – é responsável pela interface com o aplicativo do usuário, tornando ao usuário final transparente a complexidade dos protocolos de comunicação.

A camada 6 – Apresentação – é responsável para tradução dos códigos de caracteres utilizados pelos computadores que trocam dados entre si.

A camada 5 – Sessão – é responsável pelo controle de sessões existentes entre aplicações ativas entre computadores que trocam dados entre si.

A camada 4 – Transporte – é responsável pela troca de dados entre computadores fim a fim, que trocam dados entre si. A troca de dados pode ser orientada a conexão (com controle de fluxo) ou não orientada a conexão (sem controle de fluxo).

A camada 3 – Rede – é responsável pelo encaminhamento dos pacotes entre nós intermediários das redes de computadores e pela administração dos endereços lógicos dos computadores nas redes.

A camada 2 – Enlace – é responsável pela comunicação de dados entre dois equipamentos vizinhos, separados pelo meio físico.

A camada 1 – Física – é responsável pela manipulação dos bits transmitidos ou recebidos e a sua adaptação ao meio físico.

Cada camada do modelo OSI manipula ou trabalha com uma unidade básica chamada de PDU (Unidade de dados do protocolo da camada). Imagine como sendo a matéria-prima básica para produzir um determinado produto ou serviço.

Cada camada pode conter um ou mais protocolos que realizam as funções determinadas para a mesma. O tratamento ou a manipulação da PDU padronizada para essa camada é realizado pelo protocolo correspondente.

O entendimento da função ou funções da camada, PDU e protocolos que rodam na mesma, é uma necessidade imperiosa para o profissional da área de TI. Deste entendimento vai depender a compreensão do funcionamento das redes de computadores, dos protocolos de comunicação e da correta triagem de defeitos que venham acontecer na infra-estrutura da rede.

Embora o modelo OSI tenha sido criado para se tornar o padrão oficial para interconexão de computadores ele acabou se tornando o modelo teórico adotado para a área de ensino no mundo inteiro.

Em outro artigo poderemos detalhar melhor esses motivos.

3-    Conclusão

Neste artigo procuramos nos focar num breve histórico do modelo OSI de interconexão de computadores, suas camadas e funções. Ressaltamos a importância do conhecimento do modelo OSI para o profissional da área de TI, visando um real entendimento do funcionamento das redes de computadores. A busca do conhecimento do modelo OSI deve ser implementado através da leitura de livros e artigos de diversos autores, realização de cursos e de exercícios, devido à importância desse assunto, base do conhecimento em infra-estrutura das redes de computadores.

Ademar Felipe Fey

24/12/2010

Maiores informações:

Consulte o artigo “Origem dos Modelos TCP/IP e OSI” (clique no link)

Consulte o nosso Curso Fundamentos de Redes de Computadores (clique no link)

Confira nossos E-books e Cursos on-line completos!

capa Introdução às redes de Computadores 3a edição 2015 blog_150705FRC 700 questoes_blogcurso-fund-redes-lv-blog

Anúncios
Esse post foi publicado em Certificação, Redes de Computadores. Bookmark o link permanente.

5 respostas para Mas, afinal, o que é o modelo OSI?

  1. Raimundo Pereira Brasil disse:

    Parabens pelos excelentes artigos escritos ou traduzidos, muito tem me ajudado, principalmento no complemento de minha pesquisa, pois estou fazendo graduação em redes de computadores. Será que o Sr. poderia escrever algum artigo sobre Aterramento Elétrico em uma Infraestrutura de Cabeamento Estruturado?

  2. gabriel disse:

    eu estou cursando redes e esse post foi de grande ajuda. Mas acho que ainda vou precisar de algo mais detalhado sobre a função de cada camada. Mesmo assim ja da uma boa noção sobre o modelo, vlw ae cara!! Tks

    • ademarfey disse:

      Gabriel,

      constumamos dizer que o estudo do modelo OSI requer 2 ou 3 leituras de diferentes autores para se compreender melhor do que se trata.

      Abc,

      Ademar

  3. vanuza disse:

    Amei de mais este artigo súper bem definido e esclarecido
    Muito obrigada pela matéria.
    De todas as matérias que eu li sobre o modelo OSI, nenhuma estava tao precisa e compreensivel como esta.

    Obgda, que DEUS os abençoe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s