IPv6: Por onde começar?

Confira nossos E-books e Cursos on-line completos em infra de Redes!

 

capa 3a edição jpeg blogcapa Dominando Sub-redes no IPv6 e IPv4 1a ed_batcurso-ipv6-lv-blog

IPv6: Por onde começar?

Do original IPv6: Where to begin?. By Michael Kassner. September 22, 2008, 5:23 AM PDT

Traduzido e adaptado por Ademar Felipe Fey em 25/01/2010

Leve em conta:  Complacência sobre o IPv6 não é uma opção para os profissionais de TI.O  IPv6 está chegando e precisamos reconhecer isso. Michael Kassner está pronto para mergulhar na arte e desmistificar IPv6. O que o preocupa mais com a mudança?

Complacência sobre o IPv6 não é uma opção para os profissionais  de TI. O IPv6 está chegando, e precisamos reconhecer isso. Estou disposto a mergulhar e desmistificar o IPv6, mas eu tenho uma pergunta: onde devo começar?

——————————————————————————————————-

A maioria dos veteranos profissionais de TI (inclusive eu) ficam desconfiados quando se trata de qualquer tipo de mudança, até mesmo pensar  em converter as redes para o IPv6 parece um sonho ruim,  de arrepiar. A fim de se tornar a mudança (desculpe, ela está vindo) mais fácil, eu gostaria de iniciar um diálogo sobre o Internet Protocol versão seis (IPv6). Meu objetivo é ajudar a todos (a mim também) a se sentir confortável com o IPv6.

Todavia eu estou em um pequeno dilema. Por onde devo começar? Eu realmente gostaria de ouvir o que lhe está preocupando e sobre o que você gostaria de ver discutido?

Primeiro alguma história
Agora, o Internet Protocol versão quatro (IPv4) é o dominante (padrão aprovado  pelo IETF) protocolo da Internet. Significa que o IPv4 é a linguagem digital eletrônica comum que nossos computadores usam para se comunicar na Internet. O IPv4 é um protocolo orientado a dados que é específico para redes de comutação de pacotes (por exemplo, Ethernet). É um protocolo do melhor esforço, significa que não há garantia da entrega, ou correção dos dados. Isso é tratado pelo Transmission Control Protocol (TCP), que é definido junto com o conjunto de protocolos do modelo TCP/IP. Em termos simples, o TCP e o IP são os protocolos da Internet que fazem a mesma coisa que o endereçamento do correio tradicional.

Por que o IPv6?
Inicialmente, o IPv6 foi desenvolvido, simplesmente porque não existem endereços suficientes (endereços IP para ser exato) usando os endereços IPv4 disponíveis. Se você está interessado, o número exato de endereços IP usando IPv4 é 2 elevado à potência de 32, ou 4.294.967.296.

Isso pode parecer um monte, mas a maioria dos especialistas concorda que a quantidade de endereços IP disponíveis no IPv4 vai acabar em 2010 (!!!!!). Essa previsão é parcialmente baseada no fato de que há 6,7 bilhões (6.720.539.678) de pessoas que habitam o nosso planeta no momento (NT: em 2008), e uma grande porcentagem delas vai precisar de pelo menos um endereço IP.

Em comparação, o IPv6 tem 2 elevado à potência de 128, ou 340.282.366.920.938.463.463.374.607.431.768.211.456 endereços IP disponíveis. Para se ter uma perspectiva sobre isso, o IPv6 permite que cada uma das 6,7 bilhões de pessoas vivas hoje tenha a opção de 2 elevado à potência de 95, ou 39.614.081.257.132.168.796.771.975.168 endereços IP. Eu suspeito que essa quantidade de muitos endereços devem ser suficiente por enquanto.

Benefícios adicionais do IPv6

Como a maioria dos upgrades de versão, o IPv6 elimina os diversos componentes negativos que foram descobertos no IPv4. Só para aguçar o apetite de todos, alguns dos acessórios são:

• A auto-configuração de endereços IP é substancialmente menos complicada.
•A agregação de rota e a possibilidade de ter vários níveis de hierarquia são agora possíveis.
•O  IPv6 exige segurança fim a fim (IPsec), uma grande melhoria desde que o IPv4 não tem segurança inerente.
• A Gestão de tráfego é mais ágil e robusta.

Estas melhorias podem não parecer muito grandes, mas elas são quando você olha de perto. Eu gostaria de deixar as explicações para mais tarde, quando entrar em detalhes específicos, e apenas se você estiver interessado em saber os detalhes.

O que abranger no estudo do IPv6?

Eu apenas toquei na superfície, sobre o que o IPv6 irá trazer para a mesa. O IPv6 exigirá também uma forma totalmente nova de pensar sobre os endereços IP e do Protocolo de Internet em si. Eu iniciei a seguinte lista de temas que me parecem importantes:

• Como são o IPv4 e IPv6 similares?
• Como são o IPv4 e IPv6 diferentes?
• O que faz o IPv6 melhor?
• O que é IPSec  e ele é seguro o suficiente?
• Como funciona o novo regime de trabalho do endereçamento IP?
• O que é preciso para fazer a transição para o IPv6?

Eu tenho certeza que existem mais tópicos a discutir, e é aí que eu gostaria de sua ajuda. Por favor, deixe-me saber o que deve e não deve ser coberto.

Considerações finais
O IPv6 é muito importante, ainda é relativamente desconhecido e, potencialmente, um assunto muito chato. Eu já li inúmeros artigos e white papers sobre o IPv6, e a maioria são rabiscos. Com sua ajuda, eu gostaria de tentar e fazer tudo certo, dessa forma todos nós teremos uma melhor compreensão do que está reservado para nós.

Sobre Michael Kassner

Michael Kassner atualmente é gerente de sistemas de uma empresa internacional.

Traduzido e adaptado por Ademar Felipe Fey em 25/01/2010

NT: particularmente acredito que para entender o IPv6 o proofisisonal da área de TI deve primeiro conhecer bem o IPv4. Consulte nosso cursos Fundamentos de Redes – TCp/IP.

Disponível em: http://www.techrepublic.com/blog/networking/ipv6-where-to-begin/666?tag=mantle_skin;content

Acesso em: 25/01/2011

Confira nossos E-books e Cursos on-line completos em infra de Redes!

capa 3a edição jpeg blogcapa Dominando Sub-redes no IPv6 e IPv4 1a ed_batcurso-ipv6-lv-blog

Anúncios
Esse post foi publicado em IPV6, Redes de Computadores e marcado , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para IPv6: Por onde começar?

  1. Tiago NET disse:

    ta ai desde os anos 2000 e so agora que estao mexendo com ele. quanto atraso

    • ademarfey disse:

      Olá Tiago,

      de fato, apenas nos últimos 2 anos o progresso na utilização do IPv6 foi significativo. Quero ver se para o mês de abril escrevo um pequeno artigo detalhando este progresso. Um abraço,
      Prof. Ademar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s