Cerf: o ‘lançamento’ do IPv6 tem 20 anos de estrada

Cerf: o  ‘lançamento’ do IPv6 tem 20 anos de estrada

O evangelista da Internet (Cerf) fala sobre o passado e o futuro
do protocolo Ipv6.

Do original Cerf: IPv6 ‘launch’ was 20 years in the making .  By Jon Gold, Network World. June 06, 2012 04:22 PM ET.

Traduzido e adaptado por Ademar Felipe Fey em 01/07/2012.

O evento oficial do World IPv6 Launch (Evento Mundial do lançamento do IPv6), que começou às 8 pm EDT de ontem (05/06/2012), passou com pouca ou nenhuma atenção por parte do usuário comum da Internet. Para alguns na comunidade de engenharia da Internet, porém, o dia marcou o ponto alto de duas décadas de trabalho.

“Para alguns de nós, tem sido 20 anos desde que se começou a trabalhar na próxima geração do IPNG, que finalmente se tornou IPv6”, diz o chefe do Google e evangelista da Internet Vint Cerf, que criou uma rede totalmente dual-stack IPv4/IPv6 para a National Science Foundation já em 1995.

O trabalho sobre o projeto IPv6 se acelerou substancialmente nos últimos anos, e o sucesso do dia do teste do IPv6 do ano passado provou ser um prelúdio para incentivar o esforço quase sem problemas de ontem.
No entanto, ainda há muito trabalho a ser feito, de acordo com Cerf. Uma das principais vantagens do IPv6 é a sua capacidade de fornecer conectividade ponto a ponto direta, ao invés de todo o roteamento ser feito através de nós intermediários.

“Um telefonema, por exemplo, tem a propriedade de que quando você disca um número, o telefone da outra pessoa toca na outra extremidade. Você não tem que ir a um ponto de encontro, você não tem que estar logado, você não precisa fazer nenhuma das coisas que fazemos hoje como bate-papo e coisas assim “, diz ele. “Com o IPv6, nós vamos reinventar o sistema IPv4 como era quando foi projetado e construído, onde qualquer pessoa pode iniciar uma conexão com outra qualquer, ao contrário de passar por algum intermediário ou passar por um servidor Web”.

O conceito de “Internet das coisas”, segundo Cerf, é outro que o IPv6 irá permitir, e ele não tem sido lento para adotá-lo para si mesmo.

“Estou executando agora uma rede IPv6 na minha casa que está monitorando o estado da umidade, temperatura e níveis de luz em cada quarto na casa de cinco em cinco minutos e, em seguida, armazena os dados em um servidor no porão …. tais dados agora me dão informações de engenharia muito, muito bom sobre quão bem os sistemas de ventilação, aquecimento e ar condicionado trabalham durante todo o ano “, diz ele.

Cerf diz que o uso de IPv6 deve crescer rapidamente daqui para frente.
“Espero que ao longo dos próximos seis meses nós vamos ter uma noção melhor de como rapidamente os aumentos de capacidade no uso do Ipv6 irão acontecer. Na maioria das vezes, os dispositivos de borda [roteadores e switches] já têm capacidade [IPv6], é justamente o que os ISPs não fizeram”, diz ele.

Disponível em:http://www.networkworld.com/news/2012/060612-cerf-ipv6-259934.html?source=NWWNLE_nlt_network_optimization_2012-06-07.
Acesso em: 01/07/2012

Traduzido e adaptado por Ademar Felipe Fey em 01/07/2012.

Anúncios
Esse post foi publicado em IPV6 e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s