Treinamento é a chave para o sucesso

Treinamento, não terceirização, é a chave para o sucesso, dizem os CIOs

Do original Training, not outsourcing, is key to success say CIOs.  By Nick Heath. January 16, 2013, 6:43 AM PST

Traduzido e adaptado por Ademar Felipe Fey em 21/01/2013

Leve em conta: os líderes de TI que se concentram na formação e retenção de funcionários são geralmente mais bem sucedidos dos que realizam aquisição de talentos de tercerizados, relata uma pesquisa global com mais de 2.000 CIOs entrevistados.

Os CIOs que se concentram na formação de pessoal para atender as suas necessidades de competências tendem a rodar mais bem sucedidas operações de TI do que aqueles que dependem de aquisição de talento externo, segundo um estudo global revelou.

Os líderes de TI que favorecem a formação e retenção de pessoal relatam que completam uma maior proporção de projetos de TI em relação ao orçamento e tempo, bem como uma maior gama de sucesso empresarial, do que seus pares, de acordo com o relatório da Agenda CIO da Gartner 2013, a qual é uma pesquisa anual com mais de 2.000 CIOs.

“Quando comparamos a eficácia do CIO, em termos de negócios e desempenho da TI, a diferença é que os mais eficazes enfatizam a construção do banco de talentos interno ao longo do tempo”, disse Dave Aron, VP do Gartner e participante no Grupo de Pesquisa CIO (CIO Research Group).

Há um compromisso real de agir ao contrário do “Vamos terceirizar ou adquirir ou fisgar talento externo quando nós temos uma questão de necessidade de talento específico”.

Este desenvolvimento interno consistiu de medidas como a de rotatividade de funções do empregado, de formação no trabalho, de tarefas de apoio, de acompanhamento e orientação individual. Outras técnicas eficazes, para manter ou fomentar as competências necessárias internamente, foram de pagar salários acima da média e o  recrutamento de pessoas da área de negócios da organização.

Aron disse que os CIOs eficazes não olham para a terceirização “como uma forma de resolver o problema de talentos”.

Ele disse que enquanto a terceirização pode ser eficaz para tarefas genéricas, funções que exigem uma compreensão das necessidades individuais de uma empresa ou cujas responsabilidades mudam com frequência são melhor servidas por alguém de dentro da organização.

Escassez de talentos foi um grande problema para os CIOs, com cerca de três quartos dos entrevistados incapazes de encontrar pessoas com as habilidades técnicas e de negócios certas para as funções ou de não terem confiança de que seria capaz de fazê-lo no futuro.

Similar aos tipos de escassez de competências relatadas por empresas do Reino Unido, a necessidade mais aguda é para profissionais experientes para realizar arquitetura corporativa, business intelligence e funções de análise e segurança de rede.

Mais uma vez, muito parecido com o que ocorre nas empresas do Reino Unido, os CIOs alegaram que a falta de competências interna poderia, em parte, ser rastreada até a falha de terceirizados para fornecer o talento que a empresa  necessita.

“Até alguns anos atrás, havia esperanças muito mais elevadas para o que a terceirização seria capaz de fazer por nós”, disse Aron.

“O efeito disso foi que não estavam necessariamente construindo o talento certo para preencher todos esses papéis, porque havia uma expectativa de que a terceirização seria a salvação de todas as necessidades”.

Sobre o autor: Nick Heath é repórter chefe da TechRepublic no Reino Unido.

Disponível em: http://www.techrepublic.com/blog/cio-insights/training-not-outsourcing-is-key-to-success-say-cios/39749757?tag=nl.e124&s_cid=e124

Acesso em: 17/01/2012

Sobre ademarfey

Professor de TI aposentado. Escritor na área de Redes de Computadores e Telecomunicações. Também pesquisa a Imigração Alemã no Brasil desde 2017.
Esse post foi publicado em Carreira, Certificação. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s