10 coisas que eu amo na área de TI

Confira nossos E-books e Cursos on-line completos!

10 coisas que eu amo na área de TI

Do original 10 things I love about IT By Justin James. February 12, 2008, 8:53 AM PST.

Traduzido e adaptado por Ademar Felipe Fey em 25/02/2013.

Leve em conta: Se você está lendo isso, as chances são de que você está muito envolvido com a indústria de TI. Às vezes é fácil esquecer porque nós estamos nesse negócio ou porque ficamos nele, sobretudo quando o escopo é rasteiro, os clientes exigem personalização para o produto, o cabelo do patrão é pontudo. Bem, é tempo para nos lembrar por que se manter adequando-se e mostrando-se profissionalmente. Aqui está a minha lista de 10 coisas que eu amo sobre a TI.

#1: As pessoas

As pessoas em TI são um grupo fantástico. É uma indústria diversificada, e as pessoas que nela trabalham tendem a ter um alto nível de paixão para o trabalho. Claro, existem alguns mercenários que estão nele apenas para o dinheiro, mas eles são relativamente raros, felizmente. No geral, eu não posso dizer coisas boas o suficiente sobre as pessoas nesta indústria, e eu amo trabalhar com, ao redor, e para eles.

# 2: A energia

A única indústria com energia pura parecida é o marketing, e eu não encontro canetas de marca muito interessantes. Pessoas de TI estão entusiasmadas com os seus empregos e entusiasmados com o trabalho que estão fazendo. TI como um setor oferece bastante variedade e opções de empregadores e de projetos, de modo que não há nenhuma razão para aqueles que gostam de TI estarem fazendo o trabalho que odeiam, uma vez que eles recebem nível de entrada do passado em sua carreira. E isso mostra a paixão que os profissionais de TI trazem para o escritório. Contadores não discutem sobre “EBIDTA vs pro forma” exatamente da mesma maneira que os programadores discutem sobre  “Java vs VB.NET”.

#3: A exigência de escolaridade

Uma minoria de pessoas em TI têm graduação superior relacionada a TI (ciência da computação, engenharia da computação, etc). De fato, uma parcela significativa de pessoas em TI não têm graduação em tudo. Como o código de vestimenta, há uma suposição não escrita por grande parte da TI: A experiência conta muita coisa. Claro, existem alguns nichos de TI, onde o conhecimento de ciências e matemática é necessário. Mas, para o uso comercial de nível médio, não é necessário. Adicione o fato de que a tecnologia se torna obsoleta tão rapidamente e o fato de que a indústria está, obviamente, a trabalhar muito bem, sem a exigência de uma graduação, e você tem um campo que é muito acolhedor. Eu desafio você a encontrar outro emprego onde as pessoas com diploma de ensino médio, algum conhecimento autodidata, e uma boa atitude tem uma boa chance de fazer bem para si mesmos.

# 4: O código de vestimenta

Uma das grandes coisas sobre a TI é que ela cresceu no porão da empresa. Volte ao tempo quando, as pessoas de negócios gostavam de nos prender na masmorra e, ocasionalmente, jogar para baixo uma tigela de mingau para os nerds. Como resultado, eles não se importavam se tínhamos cabelo comprido ou barba ou manchas de pizza em nossas camisas T-shirts de um vendedor de hardware. Felizmente, isso mudou significativamente na maioria das lojas. Existem hoje algumas normas do código de vestimenta para trabalhadores de TI. Mas não parece ser tão rigorosamente aplicadas como elas são para o resto da empresa. Há uma conspiração, silenciosa e tácita, entre os gerentes de TI que um código de vestimenta brando é praticamente parte da compensação normal. Claro, se os programadores ou administradores de sistema realmente querem entrar vestido com esmero, eles são bem-vindos, e ninguém vai derrubá-los por serem muito formais. Mas se a sua idéia de estilo é menos refinado, a TI como uma indústria não se importa.

# 5: O ambiente

Muito parecido com o código de vestimenta, o ambiente na maioria dos departamentos de TI é bastante informal em relação ao típico escritório. Cartazes para filmes de anime, livros em todo o lugar, quadros com desenhos animados, brigas de bolas Nerf … só quando você colocar uma dúzia de nerds juntos na mesma sala com um chefe nerd (ou um chefe que “recebe” geeks) isso poderia ser chamado um ambiente de trabalho. No entanto, apesar de tudo isso, os profissionais de TI tendem a colocar esforço em tantas horas de trabalho, se não mais, do que a maioria dos funcionários de escritório. Nós apenas temos muito mais diversão com isso.

# 6: A curva de aprendizado adaptável

Na indústria de TI, você pode fazer as mesmas tarefas após o dia normal de trabalho, se você quiser, ou você pode ter um trabalho que está em constante evolução. Isso depende realmente de você! Alguns programadores ainda estão usando COBOL depois de 10 anos, e outros utilizaram 10 linguagens de programação em 10 anos. Ao contrário da maioria das indústrias, algumas áreas de TI movem-se lentamente o suficiente para aqueles que não se sentem confortáveis com convulsões regulares, enquanto grande parte da indústria se move rapidamente o suficiente para aqueles que gostam de um ritmo mais rápido. Quando você está em TI, você pode encontrar um trabalho que se encaixa ao seu estilo.

# 7: Condições de trabalho flexíveis

A TI é passível de operários com “horário flexível” e teletrabalho. Ela também é flexível sobre a carga horária de trabalho. Os profissionais de TI podem trabalhar algumas horas a mais do que o trabalhador médio, mas esse tempo extra é negociado à parte com alguma flexibilidade quando as horas são computadas. De fato, muito do trabalho de TI ocorre após o horário comercial, e há uma regra não escrita na maioria das empresas na qual os trabalhadores que fazem um monte de trabalho no fim da noite e no fim de semana podem obter alguma folga no horário de entrada, ou no horário de saída ou no horário de almoço. A maioria das outras profissões parecem estar presas no horário das 8:00 às 17:00, com um almoço de uma hora. Se você gosta de um horário flexível, ou prefere não estar no escritório em uma base (ou mesmo ad hoc) periódica, a TI é uma grande indústria para estar dentro Na verdade, ela é tão flexível, que é bastante possível executar um negócio estando na sua casa, dormitório, ou na garagem. Basta olhar para a Apple e a Dell!

# 8: Variedade de estímulos

Muitos empregos de trabalhos em TI são cíclicos. Todos eles têm um ritmo diferente, mas ele está lá. Eles vão ser desde  insanos trabalhos de 60 horas por semana para trabalhos de dois meses com “férias no escritório” no final do projeto para outros momentos do ciclo do projeto. Alguns profissionais de TI estão sempre com pressa, como em qualquer outra profissão, mas a maioria de nós tem um ritmo que oscila entre insanamente ocupado e distração. Isso mantém o trabalho longe de ser chato. A advertência aqui é que alguns funcionários estão presos em alta velocidade com poucas pausas, o que leva ao esgotamento. Mas eu preferiria lutar estandos sobrecarregado de trabalho do não ter nada para fazer.

# 9: Geografia

A TI não é uma indústria dominada por uma determinada cidade, região ou país. O mercado de TI nos EUA tem um monte de trabalhadores de outros países. Por outro lado, se você quer ver o mundo, pode ser o seu bilhete de viagem. Mesmo se você é focado na vida em seu país, a TI tem uma forte presença em grandes e muitas, cidades interessantes, como Nova York, San Francisco, Seattle, Dallas, Austin, e Atlanta. Se você estiver olhando para se mover para fora da zona rural e ir para a cidade grande, A TI pode fazer isso por você. Mas a demanda é generalizada o suficiente para que, se você quer trabalhar em uma área menos urbana, há muitas oportunidades para fazê-lo também.

# 10: dia de Pagamento

Ei, vamos ser realistas. Apesar dos resmungos, os profissionais de TI são bem recompensados, especialmente tendo em conta o elevado percentual deles sem diplomas universitários ou mesmo certificações. Eu iria trabalhar em TI se ela paga como outras profissões? Eu com certeza iria. No entanto, é impressionante ser muito bem pago para fazer o trabalho que você ama cercado por grandes pessoas.

Sobre Justin James:

Justin James é o arquiteto-chefe de Conigent.

Traduzido e adaptado por Ademar Felipe Fey em 25/02/2013

Disponível em: http://www.techrepublic.com/blog/10things/10-things-i-love-about-it/306?tag=nl.e098&s_cid=e098&ttag=e098

Acessado em: 13/02/2013

Confira nossos E-books e Cursos on-line completos!

Anúncios
Esse post foi publicado em Carreira, Certificação. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s