O Status do Protocolo IPv6, agosto 2014

Confira nossos E-books, Cursos, Videoaulas e Artigos em Infraestrutura de Redes!

capa Dominando o IPv6 1a ed_batcapa Dominando Sub-redes no IPv6 e IPv4 1a ed_bat

O Status do Protocolo IPv6, agosto 2014

A Crise do IPv4 motiva a Adoção do IPv6, o Diretor da APNIC diz; A Europa está Liderando a Mudança para o Protocolo Next-Generation (na maior parte).

Do original The State of IPv6, August 2014. Posted on August 20, 2014 by Kris S. Traduzido e adaptado por Ademar Felipe Fey em 25/10/2014.

Com o IPv4 em seus últimos recursos e uso de seu protocolo de utilização dos últimas endereços que sobraram, este é o nosso resumo das últimas notícias sobre IPv6.

Durante a 50ª reunião da ICANN realizada no final deste verão em Londres, o chefe do Centro da Asia Pacific Network Information Center (APNIC), Paul Wilson, apelou para as partes interessadas na internet e dispositivos conectados para migrarem do IPv4 para o IPv6 sem demora.

Segundo o grupo, o uso de endereços IPv6 subiu de 1 por cento para um total de 3,5 por cento. Embora este crescimento pareça modesto, isso é o início da adoção necessária para assegurar que o fornecimento de blocos IPv4, em exaustão, seja substituído pelo uso do IPv6. O IPv6 vai suprir dispositivos e serviços de Internet com endereços por décadas, se não séculos, futuras.

“Depois de muitos anos de especulação sobre quando nós realmente veríamos um verdadeiro crescimento saudável, estamos vendo isso agora”, disse Wilson para a PC World.

Embora o fim do IPv4 foi planejada e gerenciada, a implantação do IPv6 não decolou tão rapidamente quanto os superintendentes da internet esperavam. O esgotamento dos endereços IPv4 é iminente, com blocos subutilizados e não utilizados agora sendo comprados e vendidos entre Registros Regionais (RIRs) da Internet. Os ISPs (Provedores de Acesso à Internet) também estão implementando carrier-grade NAT, mas Wilson descreve estas soluções como correções de beco sem saída. No entanto, o clamor do esgotamento do IPv4 está dando à indústria uma razão para migrar para o IPv6 de uma vez por todas, para o que Wilson disse, é “a melhor química para uma transição bem sucedida”.

Os valores de tráfego divulgados na rede de distribuição de conteúdo Akamai Technologies, relatório “State of the Internet” para o primeiro trimestre de 2014 apontaram que os países europeus estão liderando o caminho no uso do IPv6. No entanto, curiosamente ausente desta lista está o Reino Unido.

A Bélgica lidera no mundol com 14 por cento do seu tráfego utilizando a versão 6 do IP, que representa 200 por cento de crescimento trimestre a trimestre. Além disso, a Suíça (9,3 por cento), Alemanha (7,7 por cento), Luxemburgo (7,4 por cento) e a Romenia (7,3 por cento) estão à frente dos EUA (6,2 por cento). Mas, estranhamente, o Reino Unido não faz muito do top 10.

A Host Virtual mantém 17 data centers com dual stack IPv4 & IPv6 oferecendo cloud hosting ao redor do mundo.

Nota do tradutor: segundo fonte internacional, o espaço de endereços IPv4 já está esgotado na região da Ásia/Pacífico, na Europa vai acabar este ano, nos EUA acabou em 2012 e na América Latina e na África vai acabar em 2014.

Disponível em: http://blog.vr.org/2014/08/state-ipv6-august-2014/. Acesso em: 24/10/2014.

Traduzido e adaptado por Ademar Felipe Fey em 25/10/2014.

Sobre ademarfey

Professor de TI aposentado. Escritor na área de Redes de Computadores e Telecomunicações. Também pesquisa a Imigração Alemã no Brasil desde 2017.
Esse post foi publicado em IPV6, Redes de Computadores e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s